arroba-menorJá acabou o tempo em que só era preciso escolher bem as palavras dos seus e-mails para eles não serem confundidos com spams. Hoje, são suas práticas de envio que estão sendo analisadas, e práticas de envio ruins podem ter sérias consequências para as suas mensagens, 

Ao mandar e-mails, provedores de internet e entidades externas vão designar para você uma reputação de e-mail baseado em uma pontuação. Essa pontuação é o fator principal que determina se você vai ser tratado como um enviador de spam ou um usuário de e-mails legítimo. Uma boa reputação e-mail garante uma capacidade de entrega ideal e aumenta as chances de seus e-mails chegarem as caixas de entrada dos seus destinatários, já uma reputação ruim fará com que seus e-mails nunca cheguem ou caíam direto em caixas de spam. Uma pesquisa do ReturnPath.com descobriu que 77% de problemas de envio de e-mails na internet eram causados por reputações ruins.

Essa pontuação é baseada em 5 dados que cada provedor analisa sempre que um e-mail passa pelo sistema deles:

  • Volume: Quantos e-mails são enviados partindo desse endereço. Assim como spammers possuem um alto volume de envios, muitos mailers baseados em permissão legítimos também podem enviar uma grande quantidade de e-mails. Se o seu volume de envios é alto, é importantíssimo que suas taxas de reclamações, devoluções persistentes e envios para armadilhas de spam sejam baixos.
  • Taxas de reclamações: Essa taxa é a frequência que as pessoas apertam o botão “reportar spam” quando elas recebem seu e-mail. Pequenas variações podem causar um efeito dramático no seu envio.
  • Taxas de “devoluções persistentes”: uma devolução persistente acontece ao enviar e-mails para endereços que não existem ou que são desconhecidos. Quanto menor sua taxa de devolução, melhor sua reputação.
  • Taxas de envios para armadilhas de spam: armadilhas de spam são endereços de e-mail antigos que os provedores reativam especificamente para capturar spammers. Como esses e-mails nunca foram registrados para receberem e-mails, qualquer mensagem que chegar nessas caixas são não-solicitados, ou seja, spam. A maior causa para a inclusão de armadilhas de spam em uma lista de e-mails é a falta de higienização com essas listas. Armadilhas de spam também podem vir em listas de e-mail compradas se práticas questionáveis foram utilizadas para formar essas listas.
  • Autenticação: autenticar mensagens permite que os provedores saibam que quem está enviando a mensagem é exatamente quem ela diz ser. Spammers costumam falsificar o e-mail do remetente; quando um e-mail é autenticado, o provedor sabe exatamente que a mensagem que foi enviada é realmente do remetente da mensagem. Autenticação é um primeiro passo fácil para melhorar a sua reputação, e pode causar uma mudança dramática. Mas apenas autenticação não é o bastante. Muitos enviadores de spam autenticam seus IPs, então você terá que cuidar de todos os fatores acima além de autenticar as suas mensagens. Existem três formas de se fazer a autenticação de suas mensagens: SPF, Sender ID e DomainKeys Identified Mail (DKIM).
  • O quão importante é o conteúdo da mensagem? Depende do provedor. Alguns provedores dão quase nada ou nenhum valor para o conteúdo da mensagem (como o Gmail), outros levam ele um pouco em consideração, mas apenas alguns provedores dão um peso de 25% ou mais para o conteúdo da mensagem (como o MSN e o Hotmail).

 

Como eu sei se tenho um problema de reputação?

Você pode checar o número de mensagens que foram lidas mas essa informação não é o suficiente para concluir se você tem um problema de reputação ou não, já que é capaz que muitas daquelas mensagens não-lidas sequer tenham chego a seus destinatários. A única forma realmente eficaz de se checar por problemas de reputação são utilizando serviços de monitoramento.

Como melhorar a sua reputação

reputacaoDe imediato você vai querer diminuir sua taxa de devoluções persistentes e envios para armadilhas de spam. Comece eliminando e prevenindo que suas mensagens sejam enviadas para endereços de “usuários desconhecidos”:

  • Em formulários de cadastro de envio de e-mails, faça com que seja obrigatório inserir o endereço de e-mail duas vezes. Isso vai garantir que esses endereços estejam certos.
  • Mande uma mensagem de bem vindo para todos que se registrarem. Retire todos os endereços que devolverem as mensagens imediatamente.
  • Implemente e mantenha processos de higienização em suas listas de e-mail. Isso quer dizer não comprar endereços de e-mail da internet, apenas mandar mensagens para e-mails de pessoas (nada de e-mails como contato@dominio.com por exemplo), remover e-mails de usuários não ativos e confirmar assinaturas.

Depois que você fizer isso, sua prioridade vai se tornar prevenir reclamações de spam e para isso você vai precisar descobrir a causa delas. Comece se cadastrando em feedback loops de múltiplos provedores para você receber notificações imediatas quando alguém fizer uma reclamação de spam sobre suas mensagens. Para saber mais sobre feedback loops e como se cadastrar neles, leia esta postagem do ReturnPath. Com os dados que você conseguir dos feedback loops, você pode fazer algumas coisas:

  • Se as reclamações estiverem vindo de novos assinantes, eles provavelmente não estão recebendo o conteúdo que eles queriam ou esperavam. Faça mudanças na página de cadastro para que as pessoas tenham uma ideia melhor do que elas vão receber.
  • Se todos as reclamações vierem de uma fonte só (como uma lista de endereços comprada, que você não deveria estar usando), pare de usar endereços daquela fonte ou reenvie o pedido de confirmação de assinatura para aqueles endereços.
  • Se suas reclamações vierem principalmente de quem não responde seus e-mails, remova os de suas listas.

spam-(1)As reclamações que não encaixarem em nenhum desses casos podem ser causadas pelo conteúdo ou pela frequência de envio dos e-mails. Se você acabou de aumentar a frequência de envio de e-mails e as reclamações aumentaram, tente reduzir a frequência novamente. Se o problema não parece ser a frequência, tente mudar o conteúdo da mensagem. Não o transforme em outra coisa, o conteúdo deve continuar condizente com o que as pessoas que assinaram estavam procurando. Você pode tentar personalizar essas mensagens tomando os hábitos de compra dos seus clientes em consideração, mas isso não é potente o suficiente para prevenir novas reclamações. Se você não está na lista de contatos dos recipiente da mensagem, talvez o provedor deles bloqueie imagens e links automaticamente. É importante que você cheque como seu e-mail vai parecer para usuários desses tipos de provedores, se quem receber a mensagem não conseguir fazer nem pé nem cabeça dela é muito provável que eles achem que é spam. E finalmente, sempre utilize de boas práticas de assinatura, como os mencionados na nossa última postagem sobre spam.

Seguindo esses passos você vai manter a sua reputação de e-mail sempre em bom estado, mas continue vigilante: a internet está sempre evoluindo e spammers estão sempre se adaptando, pode ser que no futuro você precise aprender novos truques também para não ser pego no fogo cruzado entre spammers e os provedores.

Fonte: ReturnPath.com
[fbcomments]

Últimas publicações