Quando você se envolver em qualquer tipo de design gráfico, você vai sem dúvidas ter que decidir se você vai fazer o seu design utilizando as cores em RGB ou CMYK. Qual a diferença entre os dois e qual é o mais apropriado para a situação? A resposta está na diferença entre design gráfico para impressão e design gráfico para a internet.

Sistema aditivo de coresRGB: as cores da luz

A internet é baseada num sistema de cores aditivas formada por Vermelho (Red), Verde (Green) e Azul (Blue) cuja abreviatura é RGB. Pela utilização de luzes vermelhas, verdes e azuis para a criação de cores, esse tipo de sistema de cores permite uma variedade ilimitada de cores.  O sistema não é limitado pelas leis das tintas e dos papeis para criar cores, e sim pelas leis da luz visível, então, se nós podemos enxergar uma cor, ela pode ser feita com o RGB.

subtrativaCMYK: as cores das tintas

Quando criando para a impressão, o designer gráfico é limitado pelas variações de tintas e de papeis. As tintas podem ser misturadas para criar uma quantidade muito grande de variações de cores, mas elas ainda assim são limitadas pelo que pode ser produzido com essas variações de tintas. As cores Ciano (Cyan), Magenta (Magenta), Amarelo (Yellow) e Preto (Black) são utilizados para determinar o que pode ser impresso no papel, CMYK é a abreviatura do sistema de cores subtrativo formado por essas cores.

Cor aditiva e cor subtrativa

Lembre-se quando estiver criando que papel de tinta absorve ou reflete certos comprimentos de ondas. Em termos técnicos, os pigmentos ciano, magenta e amarelo servem como filtros que subtraem graus variados de vermelho, verde e azul da luz branca para produzir uma gama seletiva de cores espectrais. Então RGB são cores aditivas porque elas são as cores da luz ( que é o que nossos olhos utilizam para perceber as cores) e CMYK são cores subtrativas, já que eles são utilizados para filtrar a luz para a percepção de outras cores.

Qual utilizar, RGB ou CMYK?

Quando um design é criado utilizando RGB, e depois convertido para CMYK (para a impressão utilizando as cores de tinta ciano, magenta, amarelo e preto) pode haver as vezes uma diferença drástica de cores. Normalmente uma cor RGB que aparenta ser azul vai continuar sendo azul quando convertida para CMYK, mas será normalmente um tom muito mais suave de azul do que era anteriormente. Por isso que é importante para designer que eles vejam seus arquivos finais no sistema de cores que se pretende utilizar para o resultado. Se estiver criando um arquivo que vai ser impresso mais tarde, você deve vê-lo em CMYK antes de fazer as decisões finais sobre as cores.

Geralmente, se um design vai ser visto na internet, deve ser concebido utilizando RGB, se ele for ser impresso, deve ser concebido em CMYK, para que o resultado do projeto permaneça semelhante ao visto na tela.

Adaptado de Examiner.com.

[fbcomments]

Últimas publicações